Poesia

A Poesia alcança as fadas, encanta a chuva na madrugada, acompanha os ébrios nos dormentes e se mistura à solidão nas calçadas.

30 de outubro de 2014


Imagem da Internet.

Já pensei em rasgar sua-minha Bandeira.
 Para que ouvisse minha voz,
gritei nas ruas.
Já que não  sentiu meu coração,
pensei em me anular
mas estive lá
Entre os cromossomos 
X e y em questão,
porque é melhor ser sal
E somei para um dos lados.

De que é feito o bem e o mal?

E a luta continua...
Nos meus versos e reversos,
Sempre vou te amar

Brasil.

13 comentários:

  1. O Brasil não tem culpa!!! São os governantes! Lindo poema! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Lindo, também amo muito esse pais rico, Brasil!
    Abraços e tenhas um lindo dia!

    ResponderExcluir
  3. A luta continua, e que Deus abençoe nosso Brasil!!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Assim sentimos quando não somos respeitados como cidadãos, mas a caminhada segue e talvez um dia consigamos a igualdade tão desejada dos direitos e também dos deveres, onde todo mundo possa olhar nos olhos com dignidade e não subserviência...saúde, educação e trabalho para todos!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Lourdinha, belíssimo poema!
    Há que continuar a lutar para manter bem viva a esperança!
    Todo o mundo merece o melhor!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Vamos continua a amar esse País tão bonito
    Ele precisa de ordem com certeza mas com fé
    vamos torcendo para o melhor

    Bjuss de sempre
    Rita!!

    ResponderExcluir
  7. Lu, apesar de tudo e de todos, amamos o Brasil.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. Não há como fugir desse amor, ainda que amarguemos a dor provocadas por nossos governantes. Há sempre um bem aparente a nos guiar e lamentamos ao perceber que era apenas uma vestimenta. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Lourdinha, voltei pra agradecer o carinho de tuas palavras e desejar pra tua mão, muiiiiiiitas roupas penduradas no varal da vida!!! beijos às duas,chica

    ResponderExcluir
  10. Lu minha querida! Que bom estar de volta a esse seu mundo maravilhoso da poesia!
    Você como sempre, deixando fortes traços do seu talento em cada linha.
    Esse Brasil que a gente ama, ainda precisa de muito reajuste antes da gente poder dizer que realmente ama!
    Grande beijo minha amiga!

    ResponderExcluir
  11. Ainda estou meio tonta, de "ressaca" por tanto amor à pátria, na esperança frustrada ...Crio forças, para continuar a caminhada!
    Beijos, Lourdinha!

    ResponderExcluir
  12. Lindo, Lourdinha.
    Sinto o mesmo patriotismo que você.
    Também somei para um dos lados e, apesar de todos os pesares, vou continuar amando o nosso Brasil e torcendo por ele e pelo seu povo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Bonito Lourdinha
    Filhos que amam sua terra e a honram_ precisamos disso!
    beijo

    ResponderExcluir