Poesia

A Poesia alcança as fadas, encanta a chuva na madrugada, acompanha os ébrios nos dormentes e se mistura à solidão nas calçadas.

10 de março de 2014

Dia e Noite


O sol declina
Cobre de dourado  o lago.
Entre o dia e a noite,
Cintilam corações.


o sol é o mesmo
o foco é outro.



Empalideço agora. 
Uma vertigem talvez!
Imagino um piano
sobre as águas trêmulas,
impondo notas molhadas
e a canção, rouca na voz.
A  lua e nós, a sós.







12 comentários:

  1. Que lindo Loudinha, o por do sol, o amanhecer também, nos dá a sensação de que é a mesma imagem, lindas imagens, "...a lua e nós a sós." Amei ler e ver!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Nooooooooooooooooooooossa,Lourdinha!! Voaste! Lindo,lindo! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lourdinha...a perfeita consonância entre a alma da poeta e a alma da natureza... e a música dá o tom.
    linda composição!
    um abraço

    ResponderExcluir
  4. Pensamentos doces e românticos...Deliciosos.
    Lourdinha, um beijo!

    ResponderExcluir
  5. lindo amei, foi bom estar contigo de novo. bjos. Pétinha vilela

    ResponderExcluir
  6. Eu AMO o modo como você une a natureza com o amor! Lindo, lindo, lindo! Tem post novo lá no Blog, já viu? Passa lá e comenta o que achou! Beijos <3 http://gostosdeadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Lourdinha,

    Que postagem mais linda!
    Imagens lindas,
    versos lindos e
    a magia das notas do piano.

    Perfeito!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Casamento perfeito, Lourdinha!
    Ah, se todos os dias assim fosse...
    Vamos sonhar!!!

    Bjs :)

    ResponderExcluir
  9. Lourdinha,
    a mansa e cálida poesia singra as águas do lago deixando um rastro de luz atrás de si.Bela!

    Conheço bem estas águas.Morei aí por 20 anos e trago saudades presas ao peito.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  10. Que por do sol lindo, é no seu sítio? Mostra tua casinha pra gente adoro sítio, já deve ter visto o nosso aqui. Menina acredita que já comprei as colheres de pau e as sementinhas pra fazer e nada, aff nem eu acredito, quero por aqui em casa na cidade vem muitos passarinhos aqui no quintal mesmo não tendo árvores. bJÔ

    ResponderExcluir
  11. OI Minha flor, tudo bem?

    Que doce, que palavras e imagens lindas =D

    Beijocas

    ResponderExcluir
  12. Cem anos de bruma nos olhos
    Venham devagar ver, ouvir o poeta
    No suor do sonho, ouço vozes num cântico azul
    Garça, gaivota, pássaro voando a sul

    Luminoso fim de semana

    Terno abraço

    ResponderExcluir