Poesia

A Poesia alcança as fadas, encanta a chuva na madrugada, acompanha os ébrios nos dormentes e se mistura à solidão nas calçadas.

31 de janeiro de 2013

Flores do Cerrado.


Palmital - MG.  Abril 2012





A força da natureza me surpreende sempre nas flores do cerrado, vejam a delicadeza dessas flores que proporcionam alegria aos olhos de quem as encontrem. Sou apaixonada pelas espécies nativas do cerrado, tanto me fazem bem aos olhos como à alma.  Muitas vezes elas nos dão a impressão de serem apenas frágeis sobreviventes. Noutras tenho a sensação de que são a prova viva da força que vem de Deus. Sem ter  alguém para regá-las nas prolongadas secas, aguardam a primeira chuva e  despertam do seu adormecer  sob solo  ardente,   nos presenteando  com o seu colorido singular.












Fotografia Lú Vilela.

Re-postagem.

15 comentários:

  1. Lindas demais Lourdinha.
    Delicadíssimas. Bjss

    ResponderExcluir
  2. Lourdinha, venho até aqui agradecer e retribuir o carinho de sua visita.
    adorei sua postagem sobre as flores do cerrado.
    elas realmente encantam, principalmente as amarelas.
    penso que as flores, por femininas, são como as mulheres.
    mesmo sofrendo muitas agruras elas conseguem renascer da dor e sorrir.
    um lindo dia para voce e obrigada. beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Ivani, obrigada a você também, você se expressou lindamente, São mesmo como mulheres que sofrem e conseguem renascer e sorrir.
      grande abraço.

      Excluir
  3. A beleza é a expressão da vida que é divina e portanto onde improvável
    ainda assim se manifesta.Lindas flores do amor de Deus!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. As fotos ficaram linda Lu.
    Como eu estava comentando com a minha mãe estes dias, a tecnologia é uma máquina maravilhosa criada pelo ser humano, mas a natureza...ahh a natureza, lindo, se cria sozinha, se faz na medida e proporção certa, se move, se manifesta, protesta, ahh a natureza, não tenho palavras para ela, apenas uma alegria constante ao pensar em quão poderosa esta é!

    ResponderExcluir
  5. Lindas e a natureza sempre me encanta também! beijos ainda praianos, quaaaaaaaaaaase vooltando à triste selva de pedra.chica

    ResponderExcluir
  6. Uma gracinha seu blog, já estou seguindo
    bjoss

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lourdinha!

    Flores sempre nos transmitem alegria e beleza, penso que elas são as poesias da natureza.
    Obrigada pela visita ao meu blog.

    Beijos e flores pra você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lis obrigada pela visita, seja sempre bem vinda.
      Um abraço.

      Excluir
  8. OI LOURDINHA!
    LINDAS...
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
  9. Que flores lindas
    bom final de semana
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Ah, amiga quanta sensibilidade senti nessa postagem... As flores do cerrado são sim a prova viva da força que vem de Deus. Elas sabem esperar pacientemente o momento certo e oportuno para florir. Isso não sugere que elas foram dotadas de sabedoria?... È a Sabedoria Maior “daquele que sabe todas as coisas”. As flores do cerrado não podem ser fruto do acaso...

    Linda a sua postagem, linda as suas fotos!

    Bjão, um final de semana espetacular!

    Et.: apaixonei-me por um poema que li na coluna da direita outro dia, mas hoje não o vi mais...

    ResponderExcluir
  12. Oi Sueli, obrigada, é eu sou apaixonada, por estas flores, e também pelas árvores do cerrado, eu cresci junta à muitas delas, parecem assim bichinhos abandonados, pedindo socorro, e o grito delas é expresso na própria beleza. Muitas vezes estão lá solitárias, no meio da mata, com um colorido impressionante e note que se a arrancamos mesmo pela raiz e colocamos em um vaso elas morrem rapidamente, nunca consegui a reprodução. Deve ter uma explicação, mas não sei qual.Então prefiro ficar apreciando, e não tento mais.
    O poema que vc se refere deve ser um que retirei hoje, "Poema ao Acaso",mas ele continua no arquivo do blog, no Mês de Novembro/2012. Sempre faço estas trocas. Olha novamente obrigada pelo carinho em seus comentários, fico super feliz quando você aparece.
    Um abraço, e um lindo domingo pra você também.

    ResponderExcluir
  13. Oi Lurdinha!
    Que lindas estas flores! Amei a postagem!
    Adorava andar pelo cerrado, na minha infância, e procurar as flores, uma mais linda do que a outra!
    Sem falar nos frutos exóticos e deliciosos que não vejo mais!
    Um beijo amiga e obrigada!
    Mariangela

    ResponderExcluir