Poesia

A Poesia alcança as fadas, encanta a chuva na madrugada, acompanha os ébrios nos dormentes e se mistura à solidão nas calçadas.

19 de novembro de 2011

AOS MEUS FILHOS





Filhos são como estrelas e a cada dia atuam no espetáculo chamado vida. 
Nós, seus pais, estamos sempre lado a  lado. 

Durante grande parte do tempo no decorrer dessa carreira, encontramo-nos na condição de seus diretores , traçamos metas, revisamos os textos, influímos em seus contextos. Se acaso erram, oferecemos nova chance de regravar seus papéis. Empreendemos tudo que temos para que brilhem, alcancem o topo, e façam jus aos aplausos que acontecerão em forma de conquistas, sucesso e qualidade de vida. Não é fácil se tornar estrela. Na maioria das vezes estamos ao lado deles na condição de contra-regras, facilitando todo seu trabalho, amparando, oferecendo préstimos que contribuirão com seu crescimento, proteção financeira, etc., principalmente oferecendo carinho e amor, fatores que terão grande influência psicológica na personalidade e desenvoltura de cada um particularmente. Até aí porem, eles se sentem como coadjuvantes e é certo não esquecer que estrelas têm luz própria e um dia teremos que deixá-los livres à procura de outras companhias, de espaços para a montagem de novos palcos  tornando-se atores principais conforme seus anseios. É inevitável que cresçam e escapem do nosso controle. Sendo assim meus filhos, pedimos ao Pai Celeste que os proteja e, mesmo que o brilho do estrelato seja ofuscado por algum insucesso, que se cerrem as cortinas e que aplausos deixem de soar, reascendam suas estrelas e olhem lá no fundo, seremos seus eternos espectadores, com mil flores para lhes entregar.





5 comentários:

  1. Que linda metáfora, você criou!
    Talvez sejamos 'quase' diretores, mas nossos filhos vivem improvisando... rss

    Vim retribuir a visita e adorei essa sua casinha.
    Um beijo

    Rossana

    ResponderExcluir
  2. Lourdinha,
    Que prazer chegar aqui, e encontrar esse texto refletido de amor, afeto, carinho e coragem. Que forma bonita você escreveu sobre os filhos que um dia se vão para crescer,ser feliz, viver suas vidas. Pensei que lidaria melhor quando chegasse a hora da minha filha sair de casa para estudar fora, mas estou sentindo bastante, mas vai ser muito bom para ela. Já estou te seguindo, um grande abraço, querida.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Lourdinha.

    Adorei!!
    Faço minhas, as suas palavras.
    O amor de mãe é incondicional.

    Beijos.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  4. Reflexão belíssima. Uma oração!

    Beijos e ótima semana, Lourdinha.

    ResponderExcluir
  5. Lindíssimo poema reflexivo e de fé na vida, com todo o amor que os pais sentem pelos filhos!
    Sim, esse é mesmo o amor incondicional, eu amo os meus tanto quanto!
    Que sejam seus filhos muito felizes, pois pais assim conseguem ver e colher os bons frutos!
    Obrigada poe sua visita, comentario e por me seguir, também estou te seguindo aqui e espero sermos boas amigas!
    Ivone

    ResponderExcluir