Poesia

A Poesia alcança as fadas, encanta a chuva na madrugada, acompanha os ébrios nos dormentes e se mistura à solidão nas calçadas.

7 de maio de 2011

MINHA MÃE

MÃE 
E EU ERA PEQUENINA
VOCÊ MULHER LINDA
DOCE E GENTIL
MENINA AINDA
PELOS CAMINHOS DOS TEUS SONHOS
ME CONDUZIAS
NO TEU OLHAR
FELICIDADE EU VIA
EMBORA NÃO SOUBESSE
QUE MÃE MUITAS VEZES CHORA
DE TRISTEZA
DE ALEGRIA
POIS NEM MESMO MÃE
CONSEGUE ENTENDER
SEU CORAÇÃO DESCOMPENSADO
NO CORAÇÃO DOS FILHOS BATER

HOJE NO SEU DIA DE SEMPRE
QUERIA TE ENCANTAR
DIZER COISAS DIFERENTES
PRÁ TE HOMENAGEAR
VOCÊ ME CONHECE TANTO
BASTA ME OLHAR
E NÃO SEI QUE PALAVRAS
PODERIA USAR
DIZER QUE TE AMO, TE QUERO BEM
TALVÊS EM INGLÊS, FRANCÊS
VOCÊ SABERIA TAMBEM.
ENTÃO MINHA MÃE, SENDO ASSIM
SÓ QUERIA PEDIR
QUE JAMAIS
AFASTES TEUS OLHOS DE MIM!



                                                                  
                                                             Por Lourdinha Vilela

Um comentário:

  1. Oi Lurdinha. obrigada,e um feliz dia das mães pra voce também,bjs

    ResponderExcluir